Geração de energia e o crescimento das renováveis

Card image cap

Geração de energia e o crescimento das renováveis.

A energia elétrica se tornou algo essencial para nossas vidas, estamos utilizando a eletricidade 24h por dia. Entretanto, para que possamos utilizá-la é necessário que haja a sua geração, a qual pode ser provida de diversas formas. A geração de energia elétrica mundial é advinda, principalmente, de combustíveis fósseis, como carvão para a combustão nas termoelétricas, de acordo com a IEE (International Energy Agency).

Sabemos, entretanto, que a utilização de combustíveis fósseis agride a natureza, principalmente com a emissão de gases de efeito estufa (GEE), causando danos à saúde dos seres vivos com a poluição ambiental. Pensando nesses malefícios que se iniciaram pesquisas para a realização de uma geração de energia limpa e eficiente, as chamadas fontes renováveis. Recebe este nome porque os recursos utilizados são constantemente renovados, considerados inesgotáveis como a luz solar e os ventos.

No Brasil a matriz energética consiste principalmente na Energia Hídrica, que utiliza a força da água em movimento para gerar energia elétrica. Mas, outras formas de geração estão ganhando espaço, como a solar e a eólica. A primeira consiste em converter a luz solar diretamente em eletricidade usando células fotovoltaicas, já a segunda é gerada através da conversão de correntes de vento em outras formas de energia, usando turbinas eólicas.

Apesar de todos os esforços para a transição da geração de energia elétrica, o processo é lento e a matriz elétrica mundial consiste ainda em combustíveis fósseis, como é possível ver na figura 1.

                                           

                                                Figura 1 - Matriz Elétrica Mundial 2016 (IEA, 2018)

Diferentemente do gráfico mundial e como já dito anteriormente, no Brasil quase toda energia elétrica gerada é advinda de fontes renováveis, como pode ser visto na figura 2, mostrando o quanto estamos preocupados com o impacto ambiental e avançados em comparação à situação mundial.

                                                         

                                         Figura 2 - Matriz Elétrica Brasileira 2016 (IEA, 2018)

Apesar das hidrelétricas serem uma fonte renovável e não emitir poluentes, para que haja a sua instalação é necessário desmatamento e alagamento de grandes áreas, causando grande impacto social e ambiental. Pensando nestes efeitos que foram desenvolvidas outras formas de geração de baixo impacto, em que podemos citar a solar e eólica - como visto anteriormente. De acordo com a Associação Brasileira de Energia Eólica (ABEEólica), a energia eólica será a segunda maior fonte energética no Brasil em 2019, e que nos últimos meses foi responsável por 8,4% de toda produção de energia do país. Já de acordo com a Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaíca (Absolar), a energia solar deve crescer 44% no Brasil este ano, devendo chegar a 3,3 GW em capacidade instalada. Uma grande vantagem da energia solar é a possibilidade de autoprodução, ter a independência energética da sua casa e/ou empresa.

                                                         

                                                         

                                Figura 3 - Proporção da geração renovável e fóssil no Brasil e mundialmente

Segundo a ANEEL (Agência Nacional de Energia Elétrica), a participação de fontes renováveis na geração de energia elétrica brasileira passou de 82,8% em 2016 a 84,1% em 2018, o que significa um aumento de 1,3%. Enquanto a participação de fontes não renováveis foi de 17,2% em 2016 a 15,9% em 2018, que representa um decréscimo de 1,3%. Podemos concluir, portanto, que estamos sim migrando e procurando fazer de nossa matriz a mais renovável possível.

Entretanto, como visto anteriormente, nossa matriz de energia elétrica é muito dependente das Usinas Hidrelétricas, caso haja uma forte crise hídrica no país, a geração de energia será comprometida, tendo que recorrer a fontes de geração emergenciais, como as termoelétricas. Mas o que nós, consumidores, podemos fazer para apoiar este desenvolvimento de fontes renováveis e diminuir os impactos causados pelas fontes não renováveis, é praticar o consumo consciente de energia elétrica em nossas residências e empresas, acabar com o desperdício do uso de energia.

A LUMUS Engenharia conta com um serviço especializado no consumo consciente, chamado de Gestão Energética. Este, que consiste em realizar uma campanha de conscientização com todos os funcionários e colaboradores da empresa, além de desenvolver uma ferramenta digital para controle e gestão dos gastos de cada equipamento da sua empresa em seus respectivos cômodos.

Ficou interessado em praticar o consumo consciente na sua empresa? Solicite um diagnóstico gratuito com a LUMUS Engenharia e comece a gastar apenas com o necessário.

Por Lilianne Carvalho   




Você vai se interessar também

Card image cap
O que é a Internet das Coisas e como ela impacta o uso de Energia Elétrica?

Sabe o que é Internet das Coisas e como ela pode automatizar sua empresa e reduzir o consumo de energia? Acesse esse post para saber mais!

Card image cap
Energia Solar e sua alta viabilidade no Nordeste

Quer descobrir as vantagens do uso de placas solares na região nordeste? Venha conferir!

Card image cap
Indústria 4.0 e os benefícios da eficiência energética

Já ouviu falar em indústria 4.0? Saiba como a eficiência energética e a LUMUS podem ajudar a reduzir o consumo de energia e automatizar processos.